Palavra do Presidente do CFC

O voluntariado fortalece a solidariedade, proporciona a inclusão social, solidifica a importância do indivíduo em sua comunidade. Perceber a fragilidade do outro e buscar possibilidades para amenizar situações difíceis é reconhecer a empatia como habilidade necessária para a construção de um mundo melhor.

E na rotina dos profissionais da contabilidade, a empatia é uma grande habilidade. Dedicar tempo para causas comunitárias faz parte do nosso papel de ator social em prol do desenvolvimento sustentável da nação.

 Em 2008, atores da classe contábil perceberam essa vocação e decidiram se unir para aglutinar os esforços que estavam sendo feitos ao redor do país. A atitude resultou na criação do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC). 

Desde então, o voluntariado tornou-se pauta imprescindível para o Sistema CFC/CRCs. Seja com educação financeira, arrecadação de alimentos ou mobilização social, os voluntários doam o próprio tempo a serviço de quem necessita.

Para sensibilizar os profissionais sobre a importância das ações voluntárias, o PVCC criou quatro subprogramas que ofertam diversas oportunidades ao voluntario, são eles: Rede Nacional de Cidadania Fiscal – Observatórios Sociais; Educação Financeira; Doações ao Funcriança e Fundo do Idoso; e Ações locais de voluntariado.

O objetivo é ajudar as pessoas em situação de vulnerabilidade das mais diversas formas. O que mais importa é que cada um oferte a sua contribuição, ao seu tempo e ao seu modo, seja em doações em dinheiro, alimentos, tempo ou no repasse do seu conhecimento técnico em ações, tais como, na elaboração das prestações de contas de entidades sem fins lucrativos.

Portanto, a idéia do PVCC é ampliar, cada vez mais, o número de voluntários em todo o Brasil para que, juntos, possamos formar uma grande corrente do bem. Tudo isso balizado na cidadania, solidariedade, transparência e ética profissional.

Esperamos que este site seja mais um instrumento para alcançarmos os mais de 500 mil profissionais da contabilidade espalhados pelo País e, assim, unirmos esforços na construção de uma sociedade mais justa e humanitária.

Juntos, sempre seremos mais fortes. Sejam todos bem-vindos.